Efeito da quantidade de prática sobre a interferência contextual no aprendizado de tarefa motora manipulativa

  • William Braganholo Universidade Estadual de Londrina - Neurociências Motoras (NEMO) - Grupo de Estudos e Pesquisa em Desenvolvimento e Aprendizagem Motora (GEPEDAM)
  • Flávio Júnior Guidotti Universidade Estadual de Londrina - Neurociências Motoras (NEMO) - Grupo de Estudos e Pesquisa em Desenvolvimento e Aprendizagem Motora (GEPEDAM)
  • Bruno Secco Faquin Universidade Estadual de Londrina - Neurociências Motoras (NEMO) - Grupo de Estudos e Pesquisa em Desenvolvimento e Aprendizagem Motora (GEPEDAM)
  • Fernando Augusto Vitório Sereza Universidade Estadual de Londrina Laboratório Neurociências Motorsa (NEMO) Grupo de Estudos e Pesquisa em Desenvolvimento e Aprendizagem Motora (GEPEDAM)
  • Inara Marques Universidade Estadual de Londrina Laboratório Neurociências Motorsa (NEMO) Grupo de Estudos e Pesquisa em Desenvolvimento e Aprendizagem Motora (GEPEDAM)
  • Victor Hugo Alves Okazaki Universidade Estadual de Londrina Laboratório Neurociências Motorsa (NEMO) Grupo de Estudos e Pesquisa em Desenvolvimento e Aprendizagem Motora (GEPEDAM)

Abstract

Este estudo analisou o efeito da Interferência Contextual (IC) em função da quantidade de prática realizada, em uma tarefa motora manipulativa. Trinta estudantes de escola pública (8-9 anos) realizaram a tarefa de contornar figuras geométricas no software Draw Task v.1.5 (Okazaki, 2007) por meio de uma mesa digitalizadora (Tablet) conectada a um notebook. Os participantes foram divididos em dois grupos, a saber: (AIC) alta IC e (BIC) baixa IC. A aquisição foi composta de três sessões de prática (total de 72 tentativas), em que a estruturação da prática foi manipulada por meio da ordem de realização do contorno das figuras círculo, triângulo e quadrado. Tanto o grupo AIC quanto o BIC demonstraram aprender, em função da prática realizada. Porém, não houve diferenças entre os grupos. Deste modo, não foi verificado o efeito da IC, que foi justificada pela grande quantidade de prática e características da amostra.

Author Biographies

William Braganholo, Universidade Estadual de Londrina - Neurociências Motoras (NEMO) - Grupo de Estudos e Pesquisa em Desenvolvimento e Aprendizagem Motora (GEPEDAM)
Universidade Estadual de Londrina - Centro de Educação Física e Esporte - Departamento de Estudos do Movimento Humano
Flávio Júnior Guidotti, Universidade Estadual de Londrina - Neurociências Motoras (NEMO) - Grupo de Estudos e Pesquisa em Desenvolvimento e Aprendizagem Motora (GEPEDAM)
Aluno de Mestrado do Programa de Pós-Graduação Associado UEM-UEL e professor colaborador do Programa de Educação Tutorial da Educação Física (PET-EF).
Bruno Secco Faquin, Universidade Estadual de Londrina - Neurociências Motoras (NEMO) - Grupo de Estudos e Pesquisa em Desenvolvimento e Aprendizagem Motora (GEPEDAM)
Aluno de Mestrado do Programa de Pós-Graduação Associado UEM-UEL e professor colaborador do Programa de Educação Tutorial da Educação Física (PET-EF).
Fernando Augusto Vitório Sereza, Universidade Estadual de Londrina Laboratório Neurociências Motorsa (NEMO) Grupo de Estudos e Pesquisa em Desenvolvimento e Aprendizagem Motora (GEPEDAM)
Aluno de Graduação do Curso de Educação Física – Habilitação Licenciatura (UEL) e aluno do Programa de Educação Tutorial da Educação Física (PET-EF).
Inara Marques, Universidade Estadual de Londrina Laboratório Neurociências Motorsa (NEMO) Grupo de Estudos e Pesquisa em Desenvolvimento e Aprendizagem Motora (GEPEDAM)

Professora Adjunta da Universidade Estadual de Londrina -

Centro de Educação Física e Esporte - Departamento de Educação Física

Victor Hugo Alves Okazaki, Universidade Estadual de Londrina Laboratório Neurociências Motorsa (NEMO) Grupo de Estudos e Pesquisa em Desenvolvimento e Aprendizagem Motora (GEPEDAM)

Professor Adjunto da Universidade Estadual de Londrina -

Centro de Educação Física e Esporte - Departamento de Educação Física

Published
2013-05-17
How to Cite
Braganholo, W., Guidotti, F. J., Faquin, B. S., Sereza, F. A. V., Marques, I., & Okazaki, V. H. A. (2013). Efeito da quantidade de prática sobre a interferência contextual no aprendizado de tarefa motora manipulativa. Revista Interamericana De Psicologia/Interamerican Journal of Psychology, 47(1). https://doi.org/10.30849/rip/ijp.v47i1.198